A gestão dos processos minerários em um só lugar.

A mineração representa uma das atividades econômicas e industriais que notavelmente mais contribui no desenvolvimento socioeconômico de um país. A exploração de recursos minerais no Brasil sempre esteve ligada com a sua própria história, a começar pelo período de ocupação nos interiores do país que resultou na exploração do ouro.

Ao longo da nossa história, com o incremento na ocupação do território e no conhecimento geológico, novas descobertas de depósitos foram sendo feitas e a mineração manteve sua importância. Atualmente o Brasil é reconhecido como um dos principais produtores de minérios do mundo, produzindo aproximadamente 70 substâncias minerais diferentes, segundo a ANM (Agência Nacional de Mineração). Um exemplo dessa diversidade é observado na imagem abaixo, retirada do filtro de busca avançada do Jazida, que ilustra de forma simplificada a diversidade de substâncias dos processos minerais ativos no município de Niquelândia, Goiás.

Figura 01: Substâncias minerais com processos ativos em Niquelândia, Goiás. Fonte: Jazida.com

Os principais minérios explorados no país são alumínio, cobre, estanho, ferro, manganês, nióbio, níquel e ouro, essas oito substâncias destacam-se por corresponderem a 98,6% do valor da produção mineral comercializada.

Figura 02: Mineração de Nióbio em Catalão – GO. Fonte: ANM.

Em 2016, as substâncias da classe dos metálicos corresponderam cerca de 77% do valor total da produção mineral brasileira, enquanto a de não metálicos cerca de 23%. No ano de 2015, o Brasil foi o principal produtor de nióbio do mundo, destacando-se por representar cerca de 97,3% da produção mundial.

Figura 03: Cenário da produção mineral brasileira ao longo do ano de 2016. Fonte: ANM.

De acordo com informações divulgadas pela ONU (Organização das Nações Unidas), o setor de mineração representa cerca de 200 mil empregos diretos e 800 mil indiretos no Brasil, correspondendo a 4% do PIB (Produto Interno Bruto) do país. Contribui também com 25% do saldo comercial brasileiro, segundo o Ministério de Minas e Energia foram exportados US$ 46,4 bilhões em 2017, com um superávit de US$ 23,4 bilhões.

Figura 04: Principais países de destino das exportações brasileiras de alumínio, cobre, estanho, ferro, manganês, nióbio, níquel e ouro. Fonte: ANM.

Principais reservas minerarias brasileiras

Tudo o que o Brasil produz de recursos minerais é apresentado pela ANM (Agência Nacional de Mineração) no Anuário Mineral Brasileiro. Tal anuário informa não apenas o volume do que produzimos, mas também o valor dessa produção, substância por substância, estado por estado. Informa ainda as reservas conhecidas de cada uma delas bem como os países para quem exportamos e de onde importamos.

As principais reservas de minério estão localizadas nas regiões Sudeste (Minas Gerais e São Paulo), Norte (Pará, Rondônia e Amazonas) e Centro-Oeste (Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul). Há no país mais de 3 mil minas (159 de grande porte), ou seja, uma jazida em lavra distribuídas por mais de 8 mil mineradoras (empresas que detém o direito de minerar).

Figura 05: Localização das principais reservas minerais brasileiras de alumínio, cobre, estanho, ferro, manganês, nióbio, níquel e ouro. Fonte: ANM.

As principais empresas do país de acordo com cada commoditie, são:

  • Alumínio: Mineração Rio do Norte S.A (PA) – 43,05%; Mineração Paragominas S. A (PA) – 35,44%; Alcoa World Alumina Brasil Ltda (PA) – 16,78%.
  • Cobre: Salobo Metais S.A (PA) – 52,32%, Vale S.A. (PA) – 22,30% e Mineração Maracá Industria e Comercio S.A. (GO) – 21,12%.
  • Estanho: Mineração Taboca S.A. (AM) – 47,47% e Coopermetal Coop Metalurgica de Rondonia Ltda (RO) – 12,07%.
  • Ferro: Vale S.A. (MG/PA) – 77,29%, Congonhas Minérios S.A. (MG) – 7,93% e Anglo American Minério de Ferro Brasil S.A. (MG) – 5,74%.
  • Manganês: Vale S.A. (MG/PA) – 47,65%; Mineração Corumbaense Reunida S.A. (MS) – 23,93% e Mineração Buritirama S.A. (PA) – 23,02%.
  • Nióbio: Niobras Mineração Ltda (GO) – 50,05%, Companhia Mineradora do Pirocloro de Araxá (MG) – 42,50% e Mineração Taboca S.A. (AM) – 2,89%.
  • Níquel: Anglo American Níquel Brasil Ltda. (GO) – 58,05%; Vale S.A. (PA) – 28,30% e Votorantim Metais S.A. (GO) – 9,64%.
  • Ouro: Kinross Brasil Mineração S.A. (MG) – 22,34%; Anglogold Ashanti Córrego do Sítio Mineração S.A. (MG) – 19,27%; Salobo Metais S.A. (PA) – 7,59%; Beadell Brasil Ltda (GO) – 7%; Mineração Serra Grande S.A. (AP) – 6,24% e Jacobina Mineração e Comércio Ltda (BA) - 5,54%.

Através do Jazida, na opção pesquisa avançada você consegue visualizar as commodities de todos os processos ativos no Brasil. Esta e outras pesquisas podem ser feitas por tipo de substância, localização, dados do processo, titularidade, data de evento de publicação no DOU, dentre outros.

Figura 06: Filtros disponíveis através da ferramenta de Pesquisa Avançada

Com o Jazida.com você consegue muito mais informação e, se tiver alguma dúvida, nosso time de especialistas está à disposição no nosso chat on-line.



Referências Bibliográficas

http://www.anm.gov.br/. Agencia Nacional de Mineração. Acesso em 09 de setembro de 2019.

http://www.ibram.org.br/. Instituto Brasileiro de Mineração. Acesso em 11 de setembro de 2019.

https://nacoesunidas.org/. Organização das Nações Unidas. Acesso em 09 de setembro de 2019.

http://portaldamineracao.com.br/. Portal da Mineração. Acesso em 10 de setembro de 2019.

You’ve successfully subscribed to Jazida
Welcome back! You’ve successfully signed in.
Great! You’ve successfully signed up.
Your link has expired
Success! Check your email for magic link to sign-in.