A gestão dos processos minerários em um só lugar.

O Brasil é um país rico em depósitos minerais com uma diversidade enorme de substâncias, desde as mais conhecidas como ferro e ouro até mesmo menos populares como apatita, que pode ser utilizada como insumo agrícola. A localização dos depósitos, que estão espalhados em praticamente todo território brasileiro, é determinada pela geologia. Ou seja, cada região possuí jazidas de diferentes substâncias, com gênese e características distintas que foram determinadas pela evolução geológica.

Atualmente no Brasil existem 198.829 processos minerários ativos, sendo que a maioria deles foi requerido para areia (40.778), argila (25.159), minério de ouro (24.230) e granito (19.528). Deste número, 125.765 processos pertencem a iniciativa privada: 49.636 em fase de requerimento e 76.129 possuem título.

Deste número, possivelmente milhares de áreas poderão entrar em disponibilidade em breve.

Porém, sabemos que mesmo com a grande riqueza mineral do Brasil, nem todas as áreas que possuem substâncias de valor econômico podem ser exploradas pois são protegidas ambientalmente.

A essas áreas damos o nome de Unidades de Conservação (UC), estas áreas estão sujeitas a normas e regras especiais. O Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC - LEI 9.985/2000) - é o conjunto de UCs federais, estaduais e municipais, composto por 12 categorias de UC, cujos objetivos específicos se diferenciam quanto à forma de proteção e usos permitidos.

De acordo com o Ministério do Meio Ambiente as UC são:

Espaços territoriais, incluindo seus recursos ambientais, com características naturais relevantes, que têm a função de assegurar a representatividade de amostras significativas e ecologicamente viáveis das diferentes populações, habitats e ecossistemas do território nacional e das águas jurisdicionais, preservando o patrimônio biológico existente.

Se dividem em dois grupos:

Tabela 01: Tipos de Unidades de Conservação. Fonte: MMA

De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, existem 2.446 Ucs no Brasil, sendo a região da Amazônia uma das mais protegidas, são cerca de 352 áreas (Imagem 01).

Imagem 01: Número de UCs e Percentual protegido no BIOMA. Fonte: Ministério do Meio Ambiente.

Como mencionado, existem milhares de áreas que poderão entrar em disponibilidade em breve. Mas o que significa esse termo?

Quando um Processo Minerário é renunciado, desistido, ou no caso de o titular ter seu direito caducado, ele será destinado ao Regime de Disponibilidade e compete à Agência Nacional da Mineração ofertar a referida área por meio de processo licitatório, a fim de encontrar novos interessados.

Várias dessas áreas estão em regiões consideradas UCs. Utilizando as “camadas” disponíveis no mapa do Jazida, escolhemos visualizar as duas categorias: Unidades de Uso Sustentável e Unidades de Proteção Integral (Imagem 02) e como vocês podem perceber, a maioria das UCs estão localizadas nas regiões norte do país.

Imagem 02: Mapa evidenciando as Unidades de Uso Sustentável e Unidades de Proteção Integral á esquerda e mapa evidenciando as possíveis futuras disponibilidades de áreas á direita. Fonte: Jazida.com

Em função disso, temos o seguinte questionamento: Em todas as regiões que existem UCs, a atividade da mineração não pode ser executada?

Esse é um assunto bastante polêmico e que divide muitas opiniões.

Sabemos que a mineração é essencial para a sociedade, porém também sabemos que ela não pode ser executada sem que haja um mínimo de impacto ambiental. Entretanto, é certo que tal impacto deve ocorrer com a menor intensidade possível e de forma sustentável.

Analisando os dois grupos de UCs apresentados neste material e de acordo com as bibliografias consultadas, a atividade mineral pode ocorrer “a prori” somente nas Unidades de Uso Sustentável, respeitando o plano de manejo.

Vale ressaltar que: não estamos assegurando que o seu projeto será aprovado e que você conseguirá um alvará para pesquisar e possivelmente lavrar uma área que está em uma Unidade de Uso Sustentável, estamos apenas analisando as possibilidades.

Fizemos uma outra análise, utilizamos o filtro “Possíveis futuras disponibilidades” também disponível em nossa plataforma, combinado a ele escolhemos o estado Amazonas. Salvamos este filtro personalizado e comparamos as áreas “em disponibilidade” com as Unidades de Uso Sustentável (Vídeo 01). Foram geradas 3 páginas de resultados, mostramos apenas uma e pode-se perceber que muitas delas estão localizadas em regiões similares ou muito próximas.

Vídeo 01: Primeiramente foi utilizado um filtro personalizado considerando as “Possíveis futuras disponibilidades” da região da Amazônia. Em seguida foi ativada a camada “Unidades de conservação - uso sustentável” e foi feita a relação espacial entre os polígonos e as áreas protegidas ambientalmente. Fonte: Jazida.com

A regulação da atividade mineral nessas áreas não é muito bem esclarecida, definida e monitorada. Porém, as Unidades de Uso Sustentável são áreas que visam conciliar a conservação da natureza com o uso sustentável dos recursos naturais, o que nos leva a conclusão citada acima.

Nesse sentido é necessário fiscalização ativa, que regulamente a exploração dos recursos de forma consciente e sustentável, considerando as normas e objetivos do plano de manejo da região. Havendo ausência desta, ocorre a exploração ilegal.

Realizamos esse estudo para trazer informações que podem ser úteis para que novos negócios sejam estudados e estruturados, levando em conta a lei atual vigente e todas as normas de cada região.

Temos como objetivo organizar os dados e dar transparência para o mercado da mineração para que você Minerador, tome a decisão correta com a informação que você precisa.

Conte com a nossa equipe para levar a você informações relevantes sobre o setor mineral.

Gostaria de saber como obter informações estratégicas que te auxiliam no gerenciamento de processos minerários?Fale com a nossa equipe, estamos à disposição!

Referências

Ministério do Meio Ambiente. https://www.mma.gov.br/areas-protegidas/unidades-de-conservacao/o-que-sao.html.  Acesso em 08 de maio de 2020.

Ministério do Meio Ambiente. https://app.powerbi.com/view?r=eyJrIjoiMjUxMTU0NWMtODkyNC00NzNiLWJiNTQtNGI3NTI2NjliZDkzIiwidCI6IjM5NTdhMzY3LTZkMzgtNGMxZi1hNGJhLTMzZThmM2M1NTBlNyJ9. Acesso em 08 de maio de 2020.

Direito das minas: a exploração minerária em áreas de preservação permanente e o princípio da sustentabilidade. http://www.publicadireito.com.br/artigos/?cod=d748adca7e034f52. Acesso em 08 de maio de 2020.

Mineração em áreas de conservação. https://institutominere.com.br/blog/mineracao-em-unidades-de-conservacao-possibilidades-restricoes. Acesso em 08 de maio de 2020.

Processos minerários em disponibilidade. Você conhece as novas regras?. https://blog.jazida.com/disponibilidade-de-areas-leilao-anm/. Acesso em 08 de maio de 2020.

Jazida. https://www.jazida.com/. Acesso em 08 de maio de 2020.

You’ve successfully subscribed to Jazida
Welcome back! You’ve successfully signed in.
Great! You’ve successfully signed up.
Your link has expired
Success! Check your email for magic link to sign-in.