A gestão dos processos minerários em um só lugar.

O Brasil é reconhecido como um dos principais produtores de minérios do mundo, produzindo aproximadamente 70 substâncias minerais diferentes, segundo a ANM (Agência Nacional de Mineração). O setor mineral brasileiro, em 2021, foi responsável por aproximadamente 20% das exportações do Brasil, o que representa quase 5% do PIB nacional.

Sendo umas das bases da economia nacional, a extração de recursos minerais, desde que realizada com eficiência e em acordo com as regulamentações vigentes e órgãos ambientais competentes, gera desenvolvimento socioeconômico na região em que uma mina é aberta.

As principais substâncias minerais exploradas no Brasil são: ferro, ouro, alumínio, cobre, estanho, manganês, nióbio e níquel, que correspondem a 98,6% do valor de toda a produção mineral brasileira comercializada.

Você pode saber mais sobre cada uma delas no post “Os principais minérios do Brasil”.

Descubra a seguir quais as principais jazidas minerais do Brasil, os estados que se destacam na exploração mineral brasileira, e quais são as substâncias minerais exploradas em cada uma dessas regiões.

Região Sudeste

O Sudeste destaca-se pela exploração de minério de ferro, ouro, manganês e bauxita em Minas Gerais, além de agregados (areia, cascalho, brita), em São Paulo e Rio de Janeiro, e rochas ornamentais, no Espírito Santo.

Minas Gerais é o maior estado minerador brasileiro, possuindo 40 das 100 maiores minas de extração do Brasil. Na região centro-sul de Minas está localizado o Quadrilátero Ferrífero, que tem extensão de aproximadamente 7 mil quilômetros quadrados, possuindo como principais minérios o ouro, o manganês e o ferro.