Qual a importância da planta de situação de um requerimento para a ANM?

A Planta de Situação é um dos documentos obrigatórios no protocolo de um novo requerimento à Agência Nacional de Mineração (ANM).  Esse documento simples é composto pelo mapa, em geral impresso em tamanho A4, para representar de forma precisa a localização do polígono do requerimento em questão. Como já abordamos aqui no blog com o texto “Requerimento de pesquisa: passo a passo detalhado” esse mapa, associado aos documentos indicados na publicação acima, deverão ser enviados à ANM no protocolo do requerimento.

O Artigo 41 da Consolidação Normativa ANM 155/2016 determina as configurações e elementos obrigatórios que devem constar nesta Planta de Situação:

  • Deverá ser georreferenciada
  • Assinada por profissional legalmente habilitado
  • Apresentada em escala de detalhe adequada
  • Apresentar a configuração gráfica da área
  • Apresentar elementos cartográficos, tais como: Ferrovias ; Rodovias; Dutovias e outras obras civis ;Rios, córregos, lagos; Áreas urbanas e denominação das propriedades; Ressaltar limites municipais e divisas estaduais, quando houver.
Exemplo de Planta de Situação. Alguns dados foram propositalmente ocultados.

Fique atento pois, de acordo com a Art. 37, a ANM adota como sistema de referência oficial o Datum do Sistema de Referência Geocêntrico para as Américas (SIRGAS2000), conforme Resolução do IBGE nº 1, de 25 de fevereiro de 2005.

O documento complementar à Planta de Situação é o “Memorial descritivo”. Entenda mais sobre este documento complementar clicando aqui.


Precisa de ajuda para realizar um requerimento de pesquisa? Preencha os campos abaixo com seus dados para que nossa equipe possa entrar em contato:



Referências bibliográficas

https://www.dnpm-pe.gov.br/Legisla/Guia/Guia_2.htm. Guia do minerador. Acesso em 24 de setembro de 2019.

https://www.dnpm-pe.gov.br/Legisla/CN_DNPM.htm#Art._38. CONSOLIDAÇÃO NORMATIVA DO DNPM (Anexo da Portaria nº 155 de 12 de maio de 2016). Acesso em 24 de setembro de 2019.